sábado, 27 de setembro de 2008

Encontro

“...trazias o perfume de uma flor e o sabor de uma iguaria...
trazias tudo o que eu desejava, o que eu queria...
trazias contigo a doçura do teu olhar e a leveza do teu toque para o meu corpo amaciar...
trazias o sol e o brilho das estrelas...
trazias o sorriso estampado na pele e o cheiro da maresia quando se espalha na areia...
trazias tudo o que um homem anseia...
trazias o amor dentro de ti, o amor que se dá e não se regateia, o amor que sempre perdura mesmo quando partes...
trazias a esperança no rosto e os lábios entreabertos prontos para o beijo, para o doce toque em que todos os sabores se transformam em mel...
de braços abertos meu ser te aguardava, ansioso... certo da tua vinda, da tua chegada... e o abraço se deu num enlaçar de paz e de ternura...
e todo o ser se deu e se recebeu e as mãos se entrelaçaram...
e num serpentear de passos arrastados porque leves, os caminhos nos levaram... e o sabor a tudo num leito se aconchegou...
e o amor que veio e o amor que esperou, por ali, naqueles instantes infinitos, se quedou e a si mesmos se entregaram na paz que só os que amam sabem sentir...”

Joaquim Nogueira

doces mordidas

4 comentários:

Melsavinon disse...

Gostei de achar seu blog.Quando eu era pequena queria ser uma vampira...coisa de criança,daí já adolescente escrevia poemas como se fosse...se quiser posso te mandar uns.
Abraços...sem mordidas...ha ha ha

edson marques disse...

Gostei muito do Desnudo-me!


E teu comentário de ontem no blog Mude, sobre as derrapadas da Fênix, foi ótimo!


Abraços, flores, estrelas!

Ciça Oliveira disse...

Uau!!! Não pude deixar de comentar esse texto lindo, me fez pensar no meu primeiro encontro com o Mau, amor a flor da pele, paixão, enfim, tudo de bom!
Adorei!!!

edson marques disse...

Vampira,


teu comentário do dia 19/12 ficou tão bonito, que quase o transferi para o página frontal da blog!



Abraços, flores, estrelas..